Manutenção: cuidando do seu motor FPT

Todo motorista ou operador de máquina sabe que o motor requer uma atenção especial. Caso ele apresente falhas durante a operação, o seu veículo ou máquina ficará obsoleto, prejudicando a sua produtividade. Pensando nisso, chamamos o nosso especialista Reinaldo Rodrigues para lhe dar algumas dicas valiosas sobre a manutenção do seu motor FPT.

O que achou das nossas dicas? Deixe nos comentários a sua opinião!

Intercooler: por que ele é tão importante?

Cada vez mais, o intercooler ganha importância entre os elementos do motor. No post de hoje, você vai saber o que é o intercooler, como ele funciona e por que ele é tão importante.

Em linhas gerais, o intercooler tem a função de resfriar o ar que está sendo pressurizado antes de ele entrar no motor. E qual a vantagem disso? Imagine que a turbina do motor esteja puxando o ar da admissão a uma temperatura de 30°. Quando esse ar é pressurizado, a sua temperatura pode se elevar a 80°, por exemplo. Ou seja, um ganho de 50° de temperatura. A temperatura mais alta deixa o ar mais dilatado, reduzindo a quantidade de oxigênio e fazendo com que as moléculas fiquem mais distantes umas das outras.

E por que isso não é bom para o motor? O cilindro tem uma certa capacidade de volume e, ao injetar o ar dilatado, menos oxigênio é utilizado na câmara de combustão, reduzindo assim o torque e a potência do motor. Além disso, o pistão eleva ainda mais a temperatura da mistura ar-combustível injetada para dentro do cilindro e, se essa mistura já entrar no compartimento a uma temperatura mais baixa, evita que o ar se dilate muito. A temperatura amena do ar também ajuda a resfriar o cilindro, o pistão e todas as outras peças que sofrem o impacto da mistura ar-combustível quente. Em resumo, o intercooler não serve apenas para aumentar o torque e a potência do motor, ele serve também para ajudar a preservar a temperatura da câmara de combustão.

O intercooler nada mais é do que um trocador de calor. Por ficar posicionado na parte frontal do veículo, ele consegue aproveitar o ar do ambiente, deixando a parte de metal mais fria, o que, consequentemente, vai resfriar o ar que passa pelas galerias da peça. Nesse aspecto, é importante dizer que a temperatura do ar do ambiente vai interferir na eficiência do resfriamento do intercooler. É dizer que o intercooler de um veículo rodando a uma temperatura ambiente de 5°, por exemplo, terá uma eficiência maior do que um intercooler de um carro rodando em um lugar com o clima a 35°.

Como você pode ver, as vantagens em se utilizar o intercooler são imensas. Não esqueça nunca de seguir corretamente os procedimentos de manutenção e verificações periódicas nesta peça.