Motores FPT para veículos Off Road: inovação e cuidados com o meio ambiente

Para atender às necessidades exigidas pelas aplicações Off Road, sejam elas para terraplanagem, construção, agricultura, irrigação ou máquinas especiais, cada tipo de motor é projetado com uma estrutura inovadora, com cabeçote multiválvulas, turbocompressores de geometria fixa ou variável, sistemas de injeção mecânica e sistemas de injeção Common Rail de pressão controlados eletronicamente.

E, mais uma vez, dedicamos uma atenção especial às questões ambientais: os níveis de ruído dos motores foram reduzidos ainda mais, enquanto o moderno sistema de recirculação de gases de exaustão (escape) evita sua emissão na atmosfera. Para atender aos limites de emissões impostos pelas normas do Tier 3, a estratégia da FPT Industrial é baseada na diferenciação das tecnologias disponíveis para satisfazer os critérios de custo, tamanho e consumo para cada aplicação. Especialmente, a FPT oferece a tecnologia EGR (Recirculação de Gases de Escape) externa combinada com um DPF (Filtro de Partículas Diesel) para os motores da série F1. Para um uso mais intenso em todos os motores das séries NEF e CURSOR, a FPT oferece um sistema de SCR (Redução Catalítica Seletiva) de alta eficiência, que processa gases de escape com um líquido catalisador (DEF/AdBlue). Assim, ocorre uma redução considerável dos custos de operação e manutenção.

E aí? Já operou algum veículo Off Road com a tecnologia da FPT Industrial? Conte sua experiência pra gente nos comentários!

PROCONVE MAR-I: Brasil adota critério de restrição ao uso de máquinas que poluem o meio ambiente

A poluição atmosférica é um dos grandes problemas ambientais da atualidade. Hoje, o Brasil está entre os dez maiores emissores de poluentes do planeta, sendo que os principais são o Óxido de Nitrogênio (NOx), Material Particulado (MP), Hidrocarbonetos não queimados, Monóxido de Carbono (CO) e Dióxido de Carbono (CO2).

Para controlar o nível de emissão de gases por máquinas agrícolas e rodoviárias, entrou em vigor no Brasil, em janeiro de 2015, o PROCONVE MAR-I – Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores para Máquinas Agrícolas e Rodoviárias (na América Latina, somos o primeiro país a regulamentar essa questão). A legislação segue o mesmo padrão de controle adotado nos Estados Unidos (EPA TIER 3) e na Europa (Euro Stage IIIA). A normativa determina que as máquinas novas devem respeitar os limites máximos de emissão de poluentes.

Anteriormente, não havia qualquer limite e os motores eram considerados “não emissionados” ou TIER0 (com emissões brutas acima de Stage I). Hoje, com os novos limites, houve uma redução em torno de 60% do Material Particulado e de 56% dos Óxidos de Nitrogênio.

 

grafico-de-emissoes

Dito isso, o grande desafio para os fabricantes de motores tem sido criar um produto aliando alta eficiência, baixo consumo e baixas emissões de poluentes. A solução encontrada pela FPT Industrial foi adotar tecnologias como:

– Motores mecânicos com EGR (Recirculação dos Gases de Escape) refrigerado

– Motores mecânicos com EGR interno

– Motores eletrônicos com EGR interno

– Motores eletrônicos com Light SCR (Redução Catalítica Seletiva)

Graças a essa capacidade tecnológica, nós da FPT somos a fabricante com maior quantidade de motores homologados em conformidade com a legislação MAR-I no mercado sul-americano. Até o final de 2016 serão 49 novas versões homologadas.

Gustavo Teixeira
Especialista em Homologação do Produto