Produtos

Saiba quais os tipos de motores em relação ao número de cilindros

Para que um motor consiga atingir potências mais altas e seja mais silencioso, ele depende diretamente dos cilindros. O uso de vários cilindros permite um torque mais regular, retomadas mais eficientes e uma marcha silenciosa, características importantes no desempenho de qualquer veículo.

O número de cilindros dos motores pode ir desde um único, como em algumas motosserras, até 14, como é o caso de caminhões, máquinas de construção e agrícolas. Em cada motor, os cilindros são agrupados de uma forma, dependendo do espaço disponível para a instalação e do tipo de veículo.

Assim, temos cilindros distribuídos em linha, contrapostos e em V.

Motores em linha

Nesses motores, os cilindros são paralelos, se movendo sempre na horizontal, ou seja: todos eles sobem e descem na mesma direção. Dessa forma, o funcionamento é uniforme, com um ganho significativo de torque em rotações mais baixas. De construção e manutenção mais simples, eles podem apresentar variações de até 14 cilindros.

Vantagens:

– A engenharia é bem mais simples. Logo, os custos de produção são menores.

Desvantagens:

– A principal desvantagem desses motores é a refrigeração. Os cilindros localizados no centro do motor se aquecem rapidamente e, por isso, o ajuste da alimentação é diferente;

– Quando mais cilindros, mais largo o motor fica, dificultando sua aplicação.

Motores contrapostos

Também conhecidos como Boxer, esses motores são largos e mais achatados. Os cilindros são montados em posição horizontal e longitudinal, proporcionando um centro de gravidade mais baixo, dando mais estabilidade e controle.

Vantagens:

– Ele ocupa menos espaço;

– Possui menor nível de vibrações, devido ao melhor balanço rotacional.

Desvantagens:

– Configuração inadequada para mais de 6 cilindros.

Motores em V

Nos motores em V, os cilindros não atuam de forma paralela. Sua forma tende a ser mais cúbica e há uma diferença de cerca de 60° entre um cilindro e outro.

Vantagens:

– Com os cilindros dispostos de forma mais compacta, a largura do motor não se alarga;

– Essa disposição favorece o resfriamento dos cilindros;

– Maior rendimento mecânico por comportar mais cilindros;

– Por ocuparem menos espaço, existem frentes mais baixas, favorecendo a aerodinâmica.

Desvantagens

– Vibração maior;

– Engenharia mais complexa;

– Maior ruído.

Os cilindros devem ser compatíveis com os motores para cada aplicação. Curtiu o detalhamento de cada tipo de motor versus seus cilindros? Tem mais alguma dúvida? Deixe um comentário aqui pra gente.

[Na foto, o motor FPT 10,3L, com seis cilindros em linha]

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *