Projeto IMPERIUM visa redução no consumo de combustível por caminhões

A economia de combustível é um aspecto fundamental para reduzir custos operacionais e melhorar a eficiência de caminhões de longo curso, aumentando assim a competitividade dos caminhões no setor dos transportes. Essa é uma questão de grande importância para a FPT Industrial, tal como demonstrado pelas inúmeras invenções, inovações e patentes da marca, incluindo o exclusivo e imbatível sistema de pós-tratamento HI-eSCR2.

Com um aumento da eficiência em mente e com o apoio da Comissão Europeia e da Iniciativa Europeia relativa aos Veículos Ecológicos (EGVI), foi criada uma Parceria Público-Privada contratual (PPPc) dedicada ao fornecimento de veículos e sistemas de mobilidade ecológicos do futuro, o projeto IMPERIUM (acrônimo derivado de “IMplementation of Powertrain Control for Economic and Clean Real driving EmIssion and ConsUMption” – Implementação de controle de sistemas de propulsão para emissões e consumos econômicos e limpos em condições reais).

O principal objetivo do projeto era conseguir uma redução de 20% no consumo de combustível (diesel e ureia), e consequentemente nas emissões de CO2, em comparação com o veículo de 2014, sempre mantendo as emissões poluentes do veículo dentro dos limites legais. Esse desafio exigente foi assumido pelo consórcio IMPERIUM, juntando grandes nomes europeus: fabricantes líderes de caminhões e motores, incluindo a FPT Industrial, fornecedores de sistemas e prestadores de serviços, universidades e centros de pesquisa.

O consórcio IMPERIUM é responsável por 45% dos veículos pesados fabricados na UE e consegue garantir uma cadeia de valor 100% europeia para o desenvolvimento de estratégias futuras de controle de sistemas de propulsão para caminhões. A abordagem específica se baseou em uma melhoria em três fases da estratégia de controle:

  • Otimização direta do controle de componentes principais (motor, pós-tratamento de gases de escape, transmissão, recuperação de calor residual, e-drive) para maximizar o desempenho.
  • Gerenciamento da energia global do sistema de propulsão para coordenar as diferentes fontes de energia e otimizar o seu uso dependendo da situação de condução em questão.
  • Fornecimento de uma compreensão mais abrangente da missão para possibilitar o planejamento e a otimização das diferentes fontes de energia a longo prazo.

Uma vez que o consumo de combustível está diretamente ligado à missão, ao tráfego e ao ambiente e é diretamente influenciado por esses fatores, foi desenvolvida uma estratégia de validação baseada em simulação para melhor levar em consideração esses diferentes cenários. O objetivo geral é o desenvolvimento de novas formas de controlar sistemas de propulsão de forma ideal, preditiva e completa, explorando todo o potencial dos sistemas individuais para cada aplicação e missão do veículo.

Os componentes recentemente desenvolvidos foram primeiro validados em várias plataformas, como Hardware in the Loop (HiL – equipamento em malha fechada), banco de ensaio de motores e caminhões de demonstração, incluindo um IVECO STRALIS com motor da FPT Industrial, e depois integrados nesse ambiente para avaliação do seu impacto no sistema completo. O projeto IMPERIUM desenvolveu e demonstrou controle ideal e conceitos avançados de sistemas de propulsão para veículos pesados, integração dos mesmos em bancos de ensaios e veículos de demonstração e evidência de conformidade com metas de economia de combustível (20% de melhoria em comparação com o mesmo veículo com controle convencional com consequente redução de CO2) e padrões Euro VI em condições reais de condução. O projeto IMPERIUM também desenvolveu uma metodologia para determinar a eficiência em termos de combustível de veículos pesados e a conformidade com o Euro VI em condições reais de condução com base em uma combinação inteligente de simulações, medições e testes. Para mais informações sobre este projeto: http://www.imperium-project.eu/ .