Manutenção preventiva pelo melhor funcionamento do motor

Todas as máquinas, equipamentos e automóveis necessitam passar por uma revisão depois de determinado tempo de uso para evitar possíveis problemas ocasionados pelos desgastes das peças. A assim chamada manutenção preventiva busca manter o motor em seu melhor funcionamento.

A intenção de realizar uma manutenção preventiva é reduzir a probabilidade de falhas de seu motor e de seu equipamento/máquina em geral. Estas inspeções organizadas reparam e ajustam defeitos e variações das peças, dessa forma evitando anomalias e irregularidades. Além disso, reduz o risco de fundir o seu motor.

Normalmente, o período recomendado para uma revisão vem de históricos dos fabricantes ou de certos quilômetros rodados. Enquadram-se nessa categoria as revisões sistemáticas do equipamento, as lubrificações periódicas, os planos de inspeção de equipamentos e os planos de calibração e de aferição de instrumentos. Em um automóvel, uma revisão implica em inspecionar os freios, sistema de arrefecimento, filtro de ar e combustível, troca de óleo, velas, alinhamento e balanceamento.

Manter-se em dia com as manutenções preventivas é uma boa forma de economizar dinheiro, uma vez que um motor desregulado e com peças desgastadas consome mais combustível e diminui o seu rendimento e desempenho. Realizar estas revisões é válido para todas as máquinas e veículos, mesmo aqueles que não estejam em uso regularmente. Mesmo parados, os motores poderão sofrer desgastes naturalmente.

É importante considerar também que manter nossas máquinas e automóveis em bons estados e revisados significa contribuir também para a preservação do meio ambiente. Na maioria das vezes, um equipamento emite mais gases poluentes do que o normal quando não está em dia com a manutenção.

São benefícios da manutenção preventiva: Redução do envelhecimento ou degeneração do equipamento; bom estado técnico e operacional; prevenir interferências externas que irão gerar alto custo para corrigi-los; reduzir riscos de falhas e quebras; manter-se conservado.

Então não dê bobeira, faça já a sua manutenção preventiva e evite dores de cabeça.

E lembre-se: Consulte sempre o manual do seu veículo para estar antenado nas revisões.

Como funciona um motor de combustão interna

Uma dúvida geral – que até poderia ser considerada uma curiosidade – é saber como funciona um motor de combustão interna. O processo é bem simples e neste post vamos explicar todos os passos. A combustão nada mais é do que a reação química entre dois reagentes ou mais, gerando a liberação de energia.

O motor de combustão convencional (também conhecido como motor de explosão) funciona em quatro processos distintos, ou seja, quatro tempos. São eles: entrada de combustível e ar, compressão destes dois elementos, explosão e escapes destes gases formados no processo.

Admissão: uma das válvulas do cilindro é aberta para trazer ar e combustível e o pistão desce aspirando esta mistura.

Compressão: a mistura dos dois elementos é comprimida. A válvula é fechada e o pistão sobe.

Explosão: a válvula permanece fechada e a mistura comprimida na câmara de combustão recebe uma faísca. Graças à expansão dos gases, o pistão desloca-se para baixo.

Escape: outra válvula ligada ao escapamento é aberta e o pistão sobe, empurrando para fora os gases queimados. Também conhecido como etapa de exaustão.

Os motores costumam possuir quatro cilindros, cada um localizado nas fases descritas acima. Dessa forma, sempre haverá um cilindro diferente na fase da explosão, transferindo energia para o motor.

Esta denominação de motor de combustão interna é referente a motores que utilizam os próprios gases gerados na combustão como “forma” de trabalho. Estes próprios gases gerados realizam as etapas de compressão, aumento de temperatura que ocasiona na queima dos gases, expansão dos mesmos e, finalmente, exaustão.

Este tipo de motor é popularmente conhecido como motor de explosão, porém sugere uma atividade que não ocorre. A explosão de fato não acontece, mas sim um aumento de pressão interna decorrente da alta temperatura/queima dos gases.

Simples, não é?

Torque e Potência – Conceito e Aplicação em Motores On Road

O torque e a potência desempenham um papel de extrema importância no motor de um veículo. Mas você sabe o que significa cada uma dessas terminologias e suas devidas aplicações em um automóvel? O Blog da FPT explica.

A potência é a energia produzida pelo motor por determinado tempo, ou seja, a rapidez com que ele pode trabalhar. Medimos ela em “cavalos”, através de um dinamômetro. Este instrumento impõe uma determinada carga ao motor, resultando na medição da quantidade de potência que ele pode produzir em cima desta carga. O resultado é a quantidade de trabalho mecânico fornecido pelo motor em um determinado tempo. É desse resultado que calculamos a potência gerada.

Já o torque é a capacidade do motor de produzir movimentos rotativos. Normalmente é medido em kgfm (quilograma x força x metro). Quanto maior o torque, melhor o motor responderá às acelerações. Em um veículo, quanto maior o torque, mais rápido ele sairá do lugar, ou seja, maior a capacidade de aceleração.

Mas qual seria a diferença entre estes dois conceitos? É importante saber que o torque e potência são processos complementares. O torque está ligado a um curso grande do pistão, a baixa velocidade dos gases na explosão e na exaustão. Já a potência está relacionada a maior velocidade de explosão e eliminação dos gases e ao pequeno curso do pistão. Em outras palavras: torque é a força que um motor disponibiliza, e potência, a capacidade com que transforma o combustível em energia mecânica.

O mito entre peças genuínas ou de terceiros

Ao pensar na manutenção de seu veículo, uma dor de cabeça sempre surge: “Devo escolher por peças genuínas ou por peças de terceiros?”. Fique tranquilo, este problema é mais comum do que você pensa. Por isso estamos aqui para listar os benefícios e danos no momento de escolher a reposição de sua peça.

Geralmente o primeiro ponto que se pensa ao repor uma peça é pela economia. Peças de terceiros parecem sempre ser mais baratas. Aí que está o erro, apenas parecem. Hoje em dia, as fábricas originais costumam manter o custo das peças bem parecidos com os de suas cópias, facilitando assim a escolha do consumidor.

Além disso, deve-se levar em conta que as peças originais garantem a integridade e o melhor funcionamento de seu motor, resultando em uma longa vida útil e de qualidade. Já as peças de terceiros são geradas através de moldes copiados de suas originais, podendo resultar em riscos de encaixe, uma vez que não possuem a excelência da fábrica original.

Ao optar pelas peças genuínas, você garante a alta qualidade do produto, que foi projetada justamente para o equipamento que você possui, garantindo o máximo desempenho e durabilidade sempre.

Vale lembrar que as peças originais foram testadas e ‘retestadas’ pelos fabricantes para gerar melhor eficiência e muitas vezes, as peças de terceiros são criadas com materiais simples e baratos, podendo danificar o componente e consequentemente levando à frequentes manutenções.  Peças de terceiros podem ter espessuras diferentes, baixa resistência, mal rendimento, desgaste prematuro, vibração excessiva, falha de circulação e travamento repentino.

Por exemplo, a não utilização de peças genuínas em Juntas e Vedações poderá gerar medidas fora do padrão, furações ou a falta delas, espessura inferior à indicada, baixa resistência ao torque e poderá ser de material diferente e de baixa qualidade.

Já em Bombas D´Água, que são responsáveis pelo resfriamento do motor e exercem um papel fundamental no funcionamento de sua máquina, utilizar peças de terceiros poderá comprometer o seu produto, pois poderão possuir selos e rolamentos inapropriados, peças porosas, desenho não homologados pela Engenharia e possível falha na circulação de água.

Em Bombas de Óleo, a utilização de peças não originais causa falta de lubrificação e travamento, ocasionando graves danos ao motor. É comum observar o travamento repentino do eixo/engrenagens, baixa pressão, peças porosas e fora do padrão e falha na circulação do óleo lubrificante do motor.

Os Pistões e Anéis garantem o bom rendimento e durabilidade de sua máquina. Ao não utilizar as peças oficiais, você poderá comprometer todo o seu motor e consequentemente, toda sua máquina, gerando um alto consumo de combustível e óleo. É comum observar uma fumaça preta indesejada, graças à queima desproporcional de combustível. Dessa forma, poderá ocorrer o desgaste prematuro de outras partes do motor e ainda por cima você estará contribuindo altamente para a poluição do meio ambiente.

Em condições rigorosas de uso, o seu motor poderá sofrer desgastes e as peças de terceiros não conseguirão suprir esta deterioração. Isso poderá gerar um alto consumo de combustível, uma vez que sua máquina terá um rendimento inferior. Manutenções indesejadas e alto consumo de combustível implicam em gastos abusivos.  Futuramente, se o desejo é a revenda de sua máquina, o motor desgastado provoca a perda no valor de revenda. Já as peças genuínas se adaptam e suportam as variações, sem deixar películas e substâncias indesejadas adentrar em seu motor.

Por isso, sempre recomendamos seguir com a garantia das fábricas de peças originais, que prezam pelo alto controle de qualidade. Essa escolha não é apenas uma fidelização à marca, mas sim um equilíbrio entre os benefícios e melhor eficiência para sua máquina. Pense sempre a longo prazo, assim você garante a melhor vida útil para o seu motor, segurança, melhor desempenho e é claro, sua economia será vantajosa. Lembre-se, o barato poderá sair muito caro.

 

fpt-comparativo-pecas

 

E você, o que pensa? Deixe suas observações em nossos comentários.

A força da FPT na geração de energia

Garantir o fornecimento de energia, até mesmo nas áreas mais remotas e de maior demanda. Esse é o objetivo do departamento de pesquisa de motores para geração de energia da FPT Industrial.

Diversas soluções tecnológicas são capazes de atender à qualquer tipo de requisito. As aplicações para motores para geração de energia são amplas e variadas; de serviços de emergência a autogeração e aluguel. A linha de motores da FPT Industrial para essas aplicações inclui as séries F5, S8000, NEF, CURSOR e VECTOR e possui uma grande variedade, de 31,5 a 740 kW. Na linha de produtos da FPT Industrial, existem também diversas combinações pontuais, com muitas opções disponíveis, incluindo uma série de produtos especiais que podem ser personalizados para atender até mesmo os clientes mais exigentes.

Onde quer que a energia seja necessária, a FPT Industrial possui os motores específicos: sejam para geradores de energia para bancos, hospitais, shoppings, canteiros de obras e estaleiros, assim como para o uso doméstico.

Motores FPT para veículos Off Road: inovação e cuidados com o meio ambiente

Para atender às necessidades exigidas pelas aplicações Off Road, sejam elas para terraplanagem, construção, agricultura, irrigação ou máquinas especiais, cada tipo de motor é projetado com uma estrutura inovadora, com cabeçote multiválvulas, turbocompressores de geometria fixa ou variável, sistemas de injeção mecânica e sistemas de injeção Common Rail de pressão controlados eletronicamente.

E, mais uma vez, dedicamos uma atenção especial às questões ambientais: os níveis de ruído dos motores foram reduzidos ainda mais, enquanto o moderno sistema de recirculação de gases de exaustão (escape) evita sua emissão na atmosfera. Para atender aos limites de emissões impostos pelas normas do Tier 3, a estratégia da FPT Industrial é baseada na diferenciação das tecnologias disponíveis para satisfazer os critérios de custo, tamanho e consumo para cada aplicação. Especialmente, a FPT oferece a tecnologia EGR (Recirculação de Gases de Escape) externa combinada com um DPF (Filtro de Partículas Diesel) para os motores da série F1. Para um uso mais intenso em todos os motores das séries NEF e CURSOR, a FPT oferece um sistema de SCR (Redução Catalítica Seletiva) de alta eficiência, que processa gases de escape com um líquido catalisador (DEF/AdBlue). Assim, ocorre uma redução considerável dos custos de operação e manutenção.

E aí? Já operou algum veículo Off Road com a tecnologia da FPT Industrial? Conte sua experiência pra gente nos comentários!

Motores marítimos FPT: Barcos equipados por tecnologia confiável e segura

O setor marítimo também conta com o design, a confiabilidade e os baixos custos de operação e manutenção dos motores da FPT Industrial. Os motores de embarcações, que abrangem 4 séries e várias versões, de 15 a 825 HP, permitem o acompanhamento da evolução dinâmica do mundo marítimo profissional e de passeio.

As tecnologias e os métodos de produção aplicados aos barcos são: Common Rail de alta pressão e sistemas de injeção UI (Unidade de Injeção), alimentação por 4 válvulas por cilindro, gerenciamento eletrônico completo com otimização da potência e do consumo, emissões baixas, proteção do motor, diagnóstico e programas de segurança. Entre os recursos dessa linha destacam-se a saída especial alta, as relações de peso/potência e volume/potência reduzidas, o ruído e as emissões de gás de escape baixos, tudo em conformidade com as principais normas do setor marítimo (IMOMARPOL – 2003/44/EC – 2004/26/EC – CCNR – EPA). Vale ressaltar que todos esses recursos atendem a requisitos rigorosos para uma gama de embarcações de até 24 metros, criando a sensação de uma navegação potente, mas extremamente confortável.

Uma curiosidade: o barco FB 41’ SF (FB Design), vencedor do recorde da rota Nova York – Bermuda (setembro de 2012), é equipado por dois motores Cursor 9 da FPT Industrial com 650 HP.

Motores FPT para veículos On Road: Melhor custo-benefício e respeito à natureza

Força, desempenho e sustentabilidade dentro e fora da cidade. Para projetar e fabricar os motores FPT para aplicações On Road adotamos as tecnologias mais avançadas disponíveis no mercado.

A oferta no setor On Road engloba três séries de motor (F1, NEF e CURSOR), com uma faixa de potência de 71 a 412 kW e cilindradas de 2,3 a 12,9 litros para veículos comerciais leves, médios, pesados e ônibus. A presença de sofisticados sistemas de injeção eletrônica (Common Rail de última geração e Unidades Injetoras Eletrônicas), o uso de diversos dispositivos de manuseio de ar (Válvula de Descarga, Turbo de Geometria Variável e de Dois Estágios) e a disponibilidade de versões do GNV (Gás Natural Veicular) garantem aos motores da FPT Industrial aplicações On Road que apresentam a melhor relação custo-benefício e reforça o nosso compromisso com o meio ambiente.

E então? Conta para a gente se você já pilotou algum veículo On Road com motor FPT Industrial? Divida suas experiências conosco aqui, nos comentários!

Saiba mais sobre a versatilidade e a potência dos motores FPT

Inovação, desempenho e paixão pelo aprimoramento contínuo são marcas registradas da FPT Industrial. Isso fez com que nos tornássemos líderes em projeção, desenvolvimento e produção de motores, transmissões e eixos, com soluções técnicas constantes que aprimoram a eficiência e a produtividade para os clientes.

Hoje, nossa linha de produtos é ampla, com motores de 2,3 a 20 litros, potências que variam entre 31,5 e 740 kW e transmissões longitudinais de cinco e seis velocidades com um torque máximo de 200 a 500 Nm. É muita potência! E para comprovar a versatilidade dos motores, eles são usados tanto em veículos comerciais leves quanto pesados, máquinas agrícolas e de construção, geração de energia e marítimas. Certamente você já se deparou com algum caminhão ou trator que utiliza a nossa tecnologia por aí. Estamos por todo lugar!

De onde vem toda essa potência? Bom, a FPT Industrial adota as soluções tecnológicas mais avançadas do mercado: arquitetura inovadora, sistemas de injeção eletrônica de alta pressão – Common Rail, cabeçote multiválvula, bomba injetora em algumas versões específicas, dispositivos para aumento da eficiência com turbocompressores fixos ou de geometria variável, também de dois estágios, e sistemas sofisticados para o controle de emissões.

Resumindo: os motores da FPT Industrial combinam alto desempenho, baixo consumo de combustível, redução de ruído, vibração e custos operacionais, com confiabilidade e durabilidade excepcionais! Descobrimos as melhores soluções para cada aplicação e impulsionamos o futuro, hoje!
Ficou alguma dúvida? Deixe o seu comentário aqui pra gente e continue ligado no blog!