Linha NEF: quando a versatilidade se une ao bom desempenho

Quando você pensa em um motor, qual a primeira coisa que passa pela sua cabeça? Com certeza é sobre a potência dele. Mas nossos engenheiros vão muito além desse quesito na hora de desenvolver um novo modelo. Eles levam em consideração suas aplicações, emissões de poluentes, a segurança, entre outros.

Por isso, quando criaram a linha NEF, levaram a mais alta tecnologia para os modelos para garantir que eles fossem um grande diferencial no mercado. Ainda não está convencido sobre os diferenciais dessa linha? Siga em frente e conheça cada um deles.

  • Potência e eficiência: a linha possui motores que vão de 140 até 570 cv e sua densidade de potência é alinhada com a da concorrência.
  • Desempenho: possui um pacote de arrefecimento de alto desempenho que foi desenhado para aplicações severas e para manter a performance mesmo em ambientes agressivos.
  • Injeção eletrônica: Common Rail com Turbocompressor de alta eficiência.
  • Versões: disponível em versões de 4 e 6 cilindros, os motores NEF oferecem torques altos e constantes para os veículos.
  • Versatilidade: por ter uma grande flexibilidade de design, os motores dessa linha são adaptáveis às necessidades do mercado, podendo ser usados em geradores de energias, máquinas agrícolas e de construção, embarcações e veículos.

 Como você pode ver, a linha NEF possui características únicas que fazem seus motores serem compactos, confiáveis e versáteis, atendendo às necessidades do mercado e do cliente em várias aplicações.

E você? O que achou depois de ler? Comente aqui abaixo!

 

A diferença entre o diesel S-10 e o S-500

Diesel S-10 e S-500

O uso de tecnologias de ponta nos processos mecanizados é importante para eficiência econômica e produtiva da agricultura. A melhoria na eficiência de motores agrícolas ou até a adoção de novos combustíveis é necessária para reduzir os impactos ambientais e os custos das atividades agrícolas.

No Brasil, são disponibilizados dois tipos de combustível diesel: o S-10 e o S-500. Esses combustíveis são utilizados nas máquinas agrícolas em misturas com 7% de biodiesel (B5). Mas qual a diferença entre eles?

Diesel S-500

O Diesel S-500 apresenta o teor máximo de enxofre de 500mg/kg (ppm = partes por milhão), possui número de cetano 42 e é um produto adequado aos veículos a diesel fabricados antes de 1º de Janeiro de 2012, e em todas as aplicações off road da FPT (Construção e Agrícola), sendo conhecido nos postos como Diesel Comum .

O óleo diesel é utilizado em motores de combustão interna e ignição por compressão (motores do ciclo diesel), derivado do petróleo, com odor forte e característico e utilizado em automóveis, furgões, caminhões, pequenas embarcações marítimas, máquinas de grande porte, locomotivas, navios e aplicações estacionárias (geradores elétricos, por exemplo).

Diesel S-10

O óleo Diesel S-10, disponível a partir de janeiro de 2013, apresenta o teor máximo de enxofre de 10mg/kg (ppm = partes por milhão) e foi desenvolvido para atender aos requisitos da mais nova geração de motores diesel que foram projetados para emitirem menores teores de material particulado e NOx do que os produzidos até dezembro de 2011. Além do baixo teor de enxofre, esse combustível tem alto número de cetano (48 no mínimo), uma faixa estreita de variação da massa específica (820 a 850 kg/m³).

Como benefícios do diesel S-10 podemos citar a redução de até 80% das emissões de material particulado, a melhoria na ignição e redução da emissão de fumaça branca na partida a frio e a diminuição da formação de depósitos no motor e contaminantes no lubrificante.

Colaboração: embaixador Luiz Noronha

Motores para Geração de Energia

A nova linha de motores da FPT para Geração de Energia é ideal para atender diversas aplicações. Bancos, hospitais, canteiros de obra, shopping centers, estaleiros e até para uso doméstico: onde quer que se precise de energia constante, existe um motor especialmente desenvolvido para atender.

Os motores das séries F1, NEF e Cursor possuem diversidade de aplicação e uma vasta gama entre 32 a 770 kW – todos desenvolvidos com preocupação ambiental. O modelo Cursor 13 é silencioso e ideal para ser utilizado em grandes indústrias, hospitais, fábricas e condomínios. Sua elevada capacidade de produção de energia elétrica e potência máxima merecem destaque. Em sua configuração mais potente, o motor é capaz de atingir o pico máximo de 470kW de pura potência.

Já a série F5 também segue a tendência da FPT Industrial em desenvolver motores com design compacto e com baixo custo de manutenção. O modelo F32 SM1A, por exemplo, tem capacidade para 2.9 litros de combustível e atinge potência “prime” máxima de 38 kW, com desempenho superior, se comparado aos concorrentes.

Com isso, a FPT Industrial mantém seus padrões de confiabilidade já reconhecidos no mercado. Isso é o resultado de uma ampla pesquisa e de um trabalho inovador para atender todos as aplicações com qualidade.